Meu macho Aloísio


BY: Bruno 40
O cara mais macho que comeu minha bundinha chama-se Aloísio um neguinho que trabalhava num escritório de advocacia e me comeu não poucas vezes lá depois do expediente, nos conhecemos numa sala de bate-papo. Foi muito bom enquanto durou, na verdade ele ficou sendo dono de meu rabo por um bom tempo, eram fodas maravilhosas, ele sabia comer um cuzinho como poucos, ele me falava que sempre teve uma tara por bundas, era casado mas sua mulher não curtia sexo anal aí ele me falou que teve de recorrer aos caras passivos, mas ele só curtia foder machos com muito sigilo e discrição. O que eu mais gostava nele era sua tara por minha bundinha, era um tipo de macho que fodia com muito tesão e adorava meter de varias maneiras, metemos muito no tempo em que ficamos juntos, na verdade quem metia era ele kkk, era 100% ativo mas tb sabia ser carinhoso e viril ao mesmo tempo, um sonho de todo macho passivo, fazia a gente se sentir uma putinha na intimidade, mas no dia a dia não gostava de afetação por isso combinamos muito pq eu tb era discreto e sigiloso.
Tinha um pau negro muito gostoso tipo uns 18 cm e meio grosso, uma delicia,amava chupar aquela piroca gostosa o tanto quanto ele adorava foder minha bundinha, era tarado por ela, pude dar pra ele em várias posições, de 4, de bruços, de frango assado, em pé, sentado na piroca dele, amava cavalgar naquele pau enquanto ele mamava meus peitinhos que ficava sempre durinhos. Como era gostoso foder com aquele neguinho tarado e gostoso, nunca negou fogo sempre me deixava satisfeito depois de me enrabar bem gostoso, ele me falou que não curtia muito chupar um cuzinho mas o meu ele sempre lubrificava com a língua deixando todo babado pra depois arrombar bem gostoso, ai como era bom, que saudade eu tenho do meu macho Aloísio, era um verdadeiro comedor, comia outros cara tb, mas eu nem ligava, mas o tempo em que fodiamos junto ele me queria só pra ele, ficava me perguntando se eu estava dando pra outro cara era meio ciumento, uma vez eu falei que ele comia outros e pq queria que eu desse só pra ele, a resposta que ele me deu fez com que eu ficasse com mais tesão ainda, ele me falou que o macho pode foder quem ele quiser e que entre nós na intimidade eu era a fêmea e que a fêmea tinha que ser submissa ao macho dela, nossa eu fiquei mas putinha ainda pra ele e no tempo em que ficamos juntos eu obedeci e só dava pra ele, tinha um cara que tinha me comido umas duas vezes antes de nos conhecermos, mas eu dispensei por ordem de meu macho que me satisfazia plenamente e não tinha necessidade mais de outro.
Na segunda vez que nos encontramos foi uma delicia, ele estava com muito tesão e eu tb, mal fui entrando no escritório e ele foi logo me abraçando forte por trás e me encochando e fui sentindo aquele volume crescendo em minha bunda,tirou minha roupa e ficou roçando em minha bunda ele ainda de calça, depois tirou a roupa dele e disse: vai minha fêmea mama no cacete de seu homem bem gostoso, prontamente me ajoelhei e fui abocanhado aquele pau preto que foi logo endurecendo em minha boca, ele foi e sentou numa cadeira e me chamou pra eu continuar a mamar e eu fiquei mamando ele por um bom tempo, fazendo de tudo que uma boca faminta podia fazer por um pau, ele dizia chupa olhando pra cara de seu homem e eu obedecia como uma putinha submissa, ele falava muitas sacanagens, fazia questão de mostrar quem mandava no pedaço, depois me levantou mandou eu pegar uma camisinha que já estava na mesa dele e mandou eu encapar o pau dele, depois disse: vai putinha abra aquela gaveta e pega essa calcinha que trouxe pra vc usar pro seu homem, fui lá e peguei era uma calcinha pretinha bem apertadinha, eu comecei a vestir e disse que não ia dar, ele falou: deixa de frescura putinha faz o que seu homem mandou, consegui vestir com alguma dificuldade,minha bunda ficou toda saliente com aquela calcinha apertadíssima, ele mandou dar uma voltinha e desfilar pra ele, quando fiz isso o cara simplesmente enloqueceu e disse que minha bunda era mais gostosa do que a da mulher dele e me chamou pra eu sentar logo na piroca dele e lá fui eu sentar e calvagar naquela piroca, ele puxou a calcinha pro lado foi foda pq tava apertada, senti a calcinha meio que rasgando um pouco, então fui sentando e comecei a sentir meu cu guloso engolindo aquele pau faminto e ele mandou eu ir subindo e descendo e aí foi só loucura e prazer, ele perguntava quem mandava em minha bunda, eu dizia vc meu macho, ele tb perguntava o que eu era dele e eu dizia sou sua puta safada, e ele chupava meus seios, mordia minha orelha, metia a língua em meus ouvidos e eu cavalgando como uma égua no cio, ele falava vai minha potranca fogosa cavalga na pica de seu macho e eu loucamente cavalgando até que ouvi ele falar que já estava gozando e eu aumentei o ritimo da cavalgada e o macho gozou deliciosamente, aí ele me deu um beijo bem molhado na boca e mandou eu levantar e tirar a camisinha,mandou eu jogar no banheiro e depois mandou eu limpar o pau dele com minha boca e fiz tudo direitinho deixando bem sequinho,foi uma foda maravilhosa com meu homem, ele tb adorou. Ainda vou contar mais algumas fodas que tivemos juntos,mas esse conto é uma dedicatória a esse macho gostoso e safado.
Como diz o ditado: tudo o que é bom dura pouco, chegou o dia em que o escritório onde ele trabalhava fechou e ele tb estava em crise com a mulher dele que achava que ele tinha outra mulher, aí ele me disse que tinha que dar um tempo, mesmo assim ainda nos encontramos umas 3 vezes e fodemos gostoso, mas depois ele teve que mudar pra outra cidade e falou que ia recomeçar com a mulher dele pois ele tinha filhos com ela e não quis se separar, então perdemos o contato, mas nunca vou esquecer nossas fodas maravilhosas e tenho certeza que ele tb nunca esquecerá.
Vou postar uma foto aqui de calcinha em homenagem a ele,aliás ele ficava louco quando me via de calcinha,até comprou uma pra mim bem especial pra me fazer de putinha quando a gentia fodia, o safado pirava quando eu vestia pra ele kkk
Bom essas são lembranças que marcam a gente e não dá pra esquecer.
Foto 1 do conto: Meu macho Aloísio

Foto 2 do Conto: Meu macho Aloísio



Seja o primeiro a fazer um comentario nesse conto.
Comente esse conto abaixo

(Numero maximo de caracteres: 400) Você tem caracteres restantes.

Desejo registrar meu vonto junto com o meu comentario:

Outros contos publicados desse mesmo autor
 


Próximo Conto

Casado putão na festa da associação